Guia completo sobre orações subordinadas adjetivas


Portrait Of Young Woman StudyingEste é um guia para entender melhor as orações subordinadas adjetivas. Por meio de exemplos e exercícios bem formulados, e já com gabarito, você poderá compreender este tipo de oração muito estudada no Ensino Médio quando se fala sobre período composto e sobre o uso dos pronomes relativos na coesão textual. Este é um assunto de que falarei mais em outros artigos aqui do site porque é essencial que seja desenvolvida a habilidade de fazer a coesão corretamente no texto visto que é também um critério avaliado no Enem. Além disso, você verá uma completa lista de exercícios de oração subordinada adjetiva com gabarito. Como eu já disse é um recurso muito usado nos textos descritivos. Elas sempre são usadas nas aulas a respeito de orações subordinadas. Você pode também visitar o artigo em que falei a respeito dos adjetivos e locuções adjetivas. Vamos então ao artigo.

Guia do participante do Enem
ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS
Aprenda tudo de Português
Observe:
Ele conhece o homem que chegará a Marte.
homem (antecedente) que (pronome relativo)
Ele Conhece o homem – Oração principal
Que chegará a Marte - Oração subordinada adjetiva
As duas orações não têm sentido completo. Elas são dependentes.
Oração subordinada adjetiva é aquela que é dependente e tem valor e função de adjetivo. É sempre introduzida por um pronome relativo.
Veja:
Conheço os homens que trabalham. (Oração subordinada adjetiva)
Conheço os homens trabalhadores. (adjetivo - modificador do substantivo)
Ela é uma moça que atrai. (Oração subordinada adjetiva)
Ela é uma moça atraente. (adjetivo - modificador do substantivo)
Ele conhece o homem que chegará a Marte. (Oração subordinada adjetiva)
Ele conhece o homem chegante a Marte. (adjetivo)
A oração subordinada adjetiva classifica-se em: restritiva e explicativa.
Observe: Foi aquele o técnico que consertou o meu televisor. (oração subordinada adjetiva restritiva)
A oração subordinada adjetiva restritiva é a que normalmente não aparece entre vírgulas, é indispensável ao sentido do período e tem a função de um adjunto adnominal.
Observe: Seu Geraldo, que é uma pessoa culta, gosta de ler. (oração subordinada adjetiva explicativa)
A oração subordinada adjetiva explicativa é a que vem depois de vírgula, é dispensável ao sentido do período e tem o valor de um aposto.
Lista de exercícios com gabarito

 

Lista de exercícios com gabarito sobre oração subordinada adjetiva

1. Permute a oração subordinada adjetiva em destaque por um adjetivo de sentido equivalente.
Modelo: Ouvia-se ao fundo uma música que se mantinha sempre no mesmo tom. - música monótona

a) Era um presidente que falava vários idiomas. - presidente
b) Topamos com uma ponte que não se podia transpor. - ponte
c) Lemos um texto que ninguém conseguia entender. - texto

2. Faça agora o contrário do que foi proposto no exercício

1. Transforme o adjetivo destacado numa oração subordinada adjetiva. Modelo: Considerava-se um profissional infalível. - profissional que não falhava (não errava) nunca.
a) São infecções que atingem também as regiões subcutâneas. - regiões
b) Na opinião dos infectologistas tratava-se de uma infecção gerada por fatores endógenos. - fatores
c) A receita solicitava o consumo do remédio em doses pediátricas. - doses

3. Assinale a alternativa em que a partícula que está funcionando como conjunção integrante.
a) No país praticamente não existe região em que neva.
b) São muitas as árvores que perdem as folhas no inverno.
c) Todos sabem que cobra é bicho perigoso.
d) Há pássaros que só enxergam bem à noite.
e) O ouro é um metal que não oxida.

4. Substitua o termo destacado por um pronome relativo e transforme a segunda oração numa subordinada adjetiva.
Modelo: Chegou a notícia. Todos esperavam esta notícia. - Chegou a notícia que todos esperavam.
a) Os escravos executavam trabalhos. Esses trabalhos não lhes rendiam nenhum lucro.
b) Não podemos ler com prazer livros. Não confiamos neles.
c) Muitas pessoas são atacadas por animais. Elas próprias criam esses animais.

5. Reescreva as frases a seguir substituindo as expressões grifadas por um adjetivo, conforme o modelo.

Modelo: Formavam-se gotículas que quase não se podiam perceber. - Formavam-se gotículas quase imperceptíveis.

a) 0 saber é um bem que não se pode destruir.
b) A caneta larga tinta que não se pode apagar.
c) Ele tem uma letra impossível de ler.
d) Foi uma cena que não se podia imaginar.

6. Assinale a alternativa em que ocorre oração subordinada adjetiva.
a) Os jornais informaram que o tempo estava nublado.
b) Os ecologistas temem que se perca o controle sobre o ambiente.
c) É unânime o desejo de que despoluam os nossos rios.
d) Acaba de pousar neste aeroporto o avião em que viajavam os jogadores da seleção.
e) Não convém que as prisões se localizem nos grandes centros urbanos.

7. Observe o trecho que segue: Não é nada razoável que uma cidade seja beneficiada por medidas que são evidentemente prejudiciais para outras. A propósito dos dois que são encontrados nesse trecho é correto dizer que:
a) ambos se classificam como conjunção integrante;
b) ambos são pronomes relativos;
c) o primeiro é conjunção integrante; o segundo, pronome relativo;
d) o primeiro é pronome relativo; o segundo, conjunção integrante;
e) nenhum dos dois é conjunção integrante.

8. No trecho transcrito a seguir ocorre um espaço vazio. Assinale a alternativa que contém a oração adjetiva que o preenche com mais coerência. Como se tratava de um aluno _____________ todos se revoltaram quando souberam que ele foi escolhido pelo professor como representante da classe.
a) que tirava as melhores notas
b) que não tinha o menor interesse pelo curso
c) que não sabia falar Inglês
d) que era mais velho
e) que era amigo de todos.

9. Observe os três enunciados que seguem.
I) Encontrei-me ontem com o irmão de um amigo que morou comigo no Canadá.
II) Desembarcou em Recife o comandante do batalhão que foi condenado pela suprema corte.
III) Estão acabando com as indústrias que poluem o ambiente. Existe ambiguidade:
a) Em I e II apenas.
b) Em I, II e III.
c) Em III apenas.
d) Em I e III.
e) Em II apenas.

10. Observe os dois enunciados:
I) O prefeito escolheu para chefe de gabinete o vereador do partido que foi mais votado na última eleição.
II) O prefeito escolheu para chefe de gabinete a vereadora do partido que foi mais votada na última eleição.

a) Apenas um desses enunciados produz sentido ambíguo. Qual é?
b) Explique a razão por que não existe ambiguidade no outro enunciado.

11. Observe os dois enunciados que seguem:
I) Os prisioneiros, que tiveram bom comportamento durante o ano, poderão passar o Natal com a família.
II) Os prisioneiros que tiveram bom comportamento durante o ano poderão passar o Natal com a família. Sobre eles é correto afirmar:

a) ambos têm o mesmo significado;
b) ambos têm significados opostos;
c) o enunciado I é o que agradaria a todos os prisioneiros;
d) o enunciado II é que beneficiaria a todos os detentos sem exceção;
e) o enunciado I quer dizer que nem todos os prisioneiros tiveram bom comportamento durante o ano todo.

12. Suponha que você pertença a uma sala de aula em que todos os alunos, sem exceção, já completaram 18 anos e deva afixar um aviso na lousa com esses dizeres: Os alunos desta classe que já são maiores de idade não se esqueçam de votar no próximo dia 15 ou justificar o voto. Sobre essa redação, é correto dizer:
a) Está errada porque, sem vírgulas, ela não faz sentido algum;
b) Está inadequada: para traduzir com propriedade a condição dos alunos da classe, seria necessária a vírgula após a palavra idade;
c) Para traduzir a realidade dos alunos daquela classe, seria necessário colocar a oração adjetiva no final do período.
d) Para traduzir com propriedade o que está suposto no enunciado da questão, a oração adjetiva deveria vir entre vírgulas.
e) Para traduzir o sentido que se pretende, não bastaria usar a oração adjetiva entre vírgulas: seria necessário acrescentar outros dados.

13. Observe o trecho que segue:
No museu de arqueologia de Nápoles, vi papiros queimados na erupção do Vesúvio que destruiu Pompéia.
Alberto Manguel. Páginas Amarelas - Veja 7/7/99, pág.
14.
I) O pronome que está funcionando como um anafórico que recupera basicamente o substantivo erupção.
II) Como não há vírgula antes da oração adjetiva, o pressuposto é que houve ao menos mais uma erupção do Vesúvio além da que destruiu Pompéia.
III) Se houvesse vírgula antes da oração adjetiva, o pressuposto seria que o Vesúvio teve apenas uma erupção: a que destruiu Pompéia.

É(são) correto(s):
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas I e II.
d) Apenas I e III.
e) I, II e III.

14. Leia com atenção o trecho que segue: Atualmente existem mais de 3.000 línguas na Terra. A cifra soa como exagerada para a maioria das pessoas. Em geral, o homem comum tem notícia apenas das línguas que possuem escrita e não leva em conta a existência de línguas que até hoje existem apenas na forma oral.

a) Nesse trecho, há duas orações introduzidas por um que. Pode-se dizer que ambas têm a mesma função? Explique sua resposta.
b) Colocada entre vírgulas, a primeira oração destacada adquire um significado incompatível com o resto do período? Qual é esse significado?

15. (UFPE - Adaptado) Este exercício versa sobre a classificação sintática da oração em destaque. Escreva nos parênteses a letra V, se a afirmativa for verdadeira, ou F, se for falsa.

a) ( ) "Encostei-me a ti, sabendo bem QUE ERAS SOMENTE ONDA." (Cecília Meireles) - Subordinada substantiva objetiva direta
b) ( ) "Os meus olhos... Viveram o milagre de luz QUE EXPLODIA NO CÉU." (Vinícius de Morais) - Subordinada substantiva subjetiva
c) ( ) "Acontece QUE MEU CORAÇÃO FICOU FRIO." (Cartola) - Subordinada adjetiva explicativa
d) ( ) "Nem todas as coisas QUE SE PENSAM passam a existir daí em diante." (Clarice Lispector) - Subordinada adjetiva restritiva

16. "Os meninos de rua que procuram trabalho são repelidos pela população."
a) Reescreva a frase, alterando-lhe o sentido apenas com o emprego de vírgulas.
b) Explique a alteração de sentido ocorrida.

Gabarito dos exercícios de Oração subordinada adjetiva

1.
a) presidente poliglota
b) ponte intransponível
c) texto ininteligível

2.
a) regiões que se localizam embaixo da pele.
b) fatores que têm origem no interior do organismo.
c) doses que são próprias para o tratamento de crianças.

3. C

4.
a) Os escravos executavam trabalhos que não lhes rendiam nenhum lucro.
b) Não podemos ler com prazer livros em que não confiamos.
c) Muitas pessoas são atacadas por animais que elas próprias criam.

5.
a) indestrutível
b) inapagável
c) ilegível
d) inimaginável

6. D

7. C

8. B

9. A

10.
a) O enunciado I.
b) No enunciado II, não há ambiguidade porque o mecanismo da concordância não deixa dúvida sobre o termo a que se refere o pronome relativo. A palavra votada, no feminino, impõe que o pronome relativo tenha como referência uma palavra feminina, no caso, a vereadora.

11. C

12. D

13. E

14.
a) Pode-se perfeitamente: ambas são introduzidas pelo pronome relativo que e particularizam (ou restringem) o nome a que se referem (línguas). Trata-se de duas orações subordinadas adjetivas restritivas.
b) Sim. Entre duas vírgulas, a oração destacada deixa de ser restritiva e passa a ser explicativa. Em outros termos, passa a indicar que todas as língua possuem escrita, o que contraria o que diz o texto.

15.
a) V
b) F
c) F
d) V

16.
a) Os meninos de rua, que procuram trabalho, são repelidos pela população.
b) Do modo como está redigida, sem vírgulas, a oração adjetiva é restritiva e quer dizer que nem todos os meninos de rua procuram emprego. Colocada entre vírgulas, a oração adjetiva passa a ser explicativa e quer dizer que todos os meninos de rua procuram trabalho.

Nenhum comentário :

Postar um comentário